Fundadores

Fundadores

Em fevereiro de 2015, por iniciativa de um grupo de sete profissionais de tradução - Adriana M. Blas, José Manuel Braga, Lígia Dias Costa, Luísa Matos, Paula Ribeiro, Rui Sousa e Sandrine Alves - surgiu a APTRAD – Associação Portuguesa de Tradutores e Intérpretes.

Com o objetivo de preencher lacunas no panorama da profissão em Portugal e de contribuir para a valorização e credibilização da figura do tradutor e do intérprete no nosso país, a APTRAD conseguiu, em pouco tempo, atingir metas importantes e organizar eventos de sucesso assinalável.

Assim, desde a sua fundação, temos assistido a um crescimento sustentado e a um envolvimento significativo do seu grupo de associados, essenciais para que a APTRAD chegue cada vez mais longe. Nesse sentido, é nossa intenção continuar a dinamizar e promover conferências nacionais e internacionais, criando pontos de encontro fundamentais para a partilha de ideias entre todos.

Foi com enorme orgulho que demos os primeiros passos e é com grande satisfação que conduzimos os destinos da associação, esperando conseguir continuar a “interpretar o presente para traduzir o futuro”, de acordo com o nosso lema É muito gratificante ver a APTRAD como associação de referência em Portugal, congregando os tradutores e intérpretes profissionais de língua portuguesa e apoiando a integração de muitos outros que se lançam anualmente no mercado.

Porém, para conseguirmos continuar o nosso percurso de sucesso, será necessária a colaboração de todos, no sentido de criarmos uma classe coesa, influente e ambiciosa. Dessa forma, resta-nos desejar que o trabalho dos fundadores continue a ser consolidado no futuro por outros profissionais com o mesmo amor à camisola, permitindo à APTRAD abrir caminho para a ajuramentação dos tradutores e para a criação de uma Ordem própria em Portugal. Junte-se a nós! Contamos consigo para construirmos o futuro da nossa profissão!